O tempo passa...

“Volveran las oscuras golondrinas…” (Bécquer, G.A. 1836-1870)

Já imersos no verão após uma primavera cheia de atividade. Apesar do vaticínio e posterior evidência da publicação de Rachel Carson em “Silent Spring” sobre a diminuição das andorinhas nas nossas primaveras, desta vez elas fizeram honor ao poeta espanhol e volveram! Para poucos foi inapreciável que este ano os andorinhões fizeram grande presença na ilha, pois ainda nesta altura há grande volumem deles. BOA!
Como dizia, a passada primavera esteve cheia de atividades e para fazer um pequeno resumo diria que…




E para fazer homenagem a estes indivíduos, uns versos dum grande poeta da minha terra:

“Volverán las oscuras golondrinas
en tu balcón sus nidos a colgar,
y otra vez con el ala a sus cristales
jugando llamarán.

Pero aquellas que el vuelo refrenaban
tu hermosura y mi dicha a contemplar,
aquellas que aprendieron nuestros nombres...
ésas... ¡no volverán!”


Soledad Álvarez




Already immersed in the summer after a spring full of activity. Despite the prediction and further evidence of Rachel Carson´s publication in "Silent Spring" about the decline of swallows in our springs, this time they did honor to the Spanish poet and returned! For a few this year was invaluable swiftlets did great presence on the island since at this point there is still great Volumen them. GOOD! 

As I said, this spring has been full of activities and to make a short summary would say ...

Novo estagiário - Guias da Natureza (UMa)

Olá, sou o Albino e vou estagiar na SPEA durante os próximos meses. A vontade de estagiar na SPEA surgiu ao longo do curso de Guias da Natureza que fiz na Universidade da Madeira.  A possibilidade de observar aves no seu meio natural, ajudar na sua conservação e poder apreender mais sobre os seus hábitos e particularidades tornaram evidente que seria aqui o local ideal para estagiar.
Além de poder  apreender muito mais sobre as aves da nossa região, tenho também grande vontade em poder fotografá-los. Acredito que esta experiência será enriquecedora e gratificante para mim e espero participar nos vários projetos que a SPEA tem em curso.


Hi, I am Albino and I will be interning at SPEA for the next few months. The will to intern here came to me during my Guias da Natureza (Nature Guide) course that I took at the University of Madeira. The possibility to study all birds in their natural environment, help in their conservation and have the chance to learn more about their habits and diferences made my choice much easier when deciding on my internship. Besides learning more about birds of our region, I would also like to photogragh them. I believe that this experience will be very fullfilling and gratifying for me and I hope to participate in several projects that SPEA are currently undertaking. 


Apresentação de novo estagiário SPEA

Olá, meu nome é José Moniz, sou Aluno da Universidade da Madeira do Curso C.E.T. Guias da Natureza. Sempre gostei da Natureza e quando me foi proposto onde estagiar achei aliciante poder fazê-lo na SPEA.. Adoro a observação de aves e o seu estudo ,vou estar a colaborar no Life Fura-bardos e no Macroaves , entre outros projectos. Desde já agradeço a SPEA esta fantástica oportunidade J .

Hi, my name is José Moniz, i am a student from the University of Madeira and I have been taking a course called “C.E.T. - Guias da Natureza” (C.E.T - nature guide). I have always loved Nature and when my teachers sugested SPEA for internship, I found it very exciting. I like bird-whatcing and  studying them too.  I will be helping SPEA in  “ Life Fura-bardos” and Macroaves Projects, amongst others. Many thanks to SPEA for this oportunity  J .


Yolanda de Tenerife

O meu nome é Yolanda e sou de Tenerife e cheguei à Madeira há uma semana atrás. Vou passar os próximos três meses na Madeira a realizar uma prática Erasmus na SPEA. O meu projeto está relacionado com vários projetos LIFE, atualmente desenvolvidos por esta organização na região, especialmente com o Fura-bardos e aves marinhas. Esta será a primeira vez que vou ter experiência no estudo das aves, e acho que a Madeira é um bom destino para efectuar o meu projeto. Nós já começamos o projeto com o fura.bardos e eu era capaz de visitar qualquer um dos sites é mais espetacular da ilha Levada entre florestas da laurissilva, impressionantes montanhas e canyons, e tudo o que resta para ser descoberto na Madeira.
My name is Yolanda and I'm from Tenerife, I arrived at Madeira one week ago. I'm going to spend next months in Madeira to do an intership erasmus Practices within SPEA. My project is related with some LIFE projects, and nowadays is doing by SPEA in the island, specially about Fura-bardos and seabirds. This time will be my first studying birds, and I think MAdeira is a good destination to do it. We already started to work with fura-bardos and I'm able to visist any place from Madeira, and this is an spectacular island with awesome sites in laurissilva forest, mountains and riffs, and everything I could discover in Madeira.

Novo estagario.

Recém cheguei a equipa, meu nome é Vicent. Estarei trabalhando na SPEA durante os próximos 3 meses com um programa Eurodisseia.
Sou do Carcaixent, Valência (Espanha) Estudei Imagem Audiovisual. Depois que acabei o curso, eu trabalhei na Espanha durante os 4 anos passados.
Agora eu aceito esta nova aventura a traves do programa Eurodisseia. Estou muito feliz de ter esta oportunidade de conhecer todas as maravilhas desta ilha.


O meu trabalho é documentar visualmente todas atividades que fazer SPEA Madeira, é promover e intentar fazer legar a gente o projeto Life-Furobardos.

Na primeira semana eu posso saber a equipa e que vou a fazer a Minho trabalho.

Primeiros dias, visitamos Terra chã para olhar a evolução do projeto laurissilva.



                                                                      Os companheiro Sandra e Antonio fazer a investigação.

Depois na quarta e quinta feira eu viagem com Sandra por montes Chaõ da Ribeirra e Fonduuras para procurar o Fura-Bardos. Conseguimos vê-lo por alguns segundos. É muito difícil procurar-lo, mais este é nosso objetivo.




                                                                                                          Ave Mirlo

Também encontramos um ninho do Francelho que habita a Madeira. Aqui vemos como la a sua mãe entrega na comida a suas crias.




Obrigado pela experiência inesquecível!

Obrigado pela experiência inesquecível!

O meu tempo como voluntário na Madeira está chegando ao fim e gostaria de agradecer a minha equipa por esta experiência tão enriquecedora! Gostei muito de trabalhar com esta equipa tão dinâmica e sempre disponível para me ensinar! A oportunidade de visitar alguns lugares neste arquipélago foi fantástica e acho que a Madeira foi uma das ilhas mais bonitas que vi na minha vida! Estou contente de dizer que vou ficar por aqui durante o verão e que vou ter a possibilidade de ir as ilhas Selvagens como voluntário! Então pode ser que escrevmais vezes por aqui, mas gostava de dizer a todas as meninas: “Obrigado pela experiência inesquecível!” Foi uma aventura emocionante! Uma vez mais obrigado Isabel, Cátia, Sandra, Laura e Sole!!!  

































Thank you very much for the unforgettable experience!

My time as a volunteer in Madeira is coming to an end and I would like to thank my team for the enrichment of this experience! I really enjoyed working with such a dynamic and knowledgeable team, always eager to teach me! The opportunity to visit some stunning places of the archipelago has been amazing and I would say that Madeira is one of the most beautiful islands I have ever seen in my life!I am happy to say that I will be staying during summer, going to Selvagens islands to volunteer! Then it could be possible that I am going to write other few times but I wanted to say thank you to the girls: "Thank you very much for the unforgettable experience! It has been an exciting adventure! One more time thank you Isabel, Cátia, Sandra, Laura and Sole!!!  

Nas ilhas Desertas

Nas ilhas Desertas

Há tres semanas tive a oportunidade de ir às ilhas Desertas com outros membros da equipa da SPEA para trabalhar no âmbito do projeto LIFE Recover Natura. Passámos cinco dias na natureza, no seu estado mais puro e descontaminado, numa experiência inesquecível. Connosco iam duas voluntárias e os vigilantes da natureza do Parque Natural da Madeira. Ficámos na casa construída pelo Parque, onde os vigilantes moram durante todo o ano, indo e voltando em estadias de quinze dias entre uma equipa e outra.

O arquipélago das Ilhas Desertas situa-se a 25 quilómetros da Ponta de São Lourenço, a parte mais a este da ilha da Madeira. É constituído por uma cadeia de três ilhas compridas e estreitas (Ilhéu Chão, Deserta Grande, Bugio), classificadas como reserva natural. Apresentam uma geologia muito diferente da Madeira e oferecem abrigo a uma das aves endémicas mais rara do mundo (a Freira do Bugio Pterodroma deserta) e a foca mais rara do planeta (a foca-monge Monachus monachus). Além disso, existem algumas plantas endémicas, cabras Caprus hircus e diferentes espécies das aves marinhas que nidificam aqui.
     
Durante os transectos da viagem, e de um outro que fizemos ao redor de uma parte da ilha maior, Deserta Grande, vimos cachalotes, uma tartaruga comum, golfinhos rocazes, patagarros e muitas jangadas de cagarras em repouso. Num dos dias ajudámos os vigilantes a levarem material até à outra ponta da ilha, na localidade do Vale da Castanheira, onde há uma pequena estação científica de apoio ao estudo de plantas invasoras, caracóis e de uma espécie endémica de tarântula, Lycosa ingens.

Durante a nossa permanência, e no nosso trabalho à noite, não encontrámos pintainhos, mas visitámos diferentes lugares potenciais e ouvimos uns chamamentos. Ficamos a espera que, na próxima vez, a equipa seja mas afortunada! Mesmo assim, foi incrível ouvir e ver as cagarras na época pré-nupcial e a chegada das almas negras.
  
At the Desertas islands

Three weeks ago I had the opportunity to go to the Desertas islands with other people from SPEA's team to work for the LIFE Recover Natura project. We spent five days in pristine nature, enjoyng this unforgettable experience. Two volunteers and the rangers came with us. We stayed at the house which has been constructed by the Madeira Natural Park, where rangers live during the whole year, making turns of fifteen days of stay between different teams. 


The archipelago of the Desertas Islands is 25 kilometers south to Ponta de São Lourenço, the eastern part of Madeira. Is formed by 3 long and narrow islands (Ilhéu Chão, Deserta Grande, Bugio) which are Natural Reserve. They present a completely different geology from Madeira and they are home of one of the most threatened species of seabirds (Desertas Petrel Pterodroma deserta) and the rarest seal of the world (monk seal Monachus monachus). Furthermore they host some endemic plants and goats (Caprus hircus), and they are the nesting ground of several seabirds' species. 



Durning our transect (going to and coming back from Desertas, and a trip around the North-West part of Deserta Grande) we spotted sperm whales, logger-head turtles, bottlenose dolphins, and several rafts of Cory's shearwaters, resting on the surface of the water. One day we helped the rangers to take some material to the opposite point of the island, at Vale da Castanheira, where is placed a small scientific station for the study of invasive plants, land snails and an endemic species of tarantula, Lycosa ingens. 

During our time there, working at night at the colonies, we didn't see neither handle any Barolo's shearwaters, but we found some potential nesting areas and we heared some calls. We hope that next time the team will be more lucky! Anyway, ít has been incredible to see Cory's shearwaters during prenuptial time and the arrival of Bulwer's petrels at nesting grounds.